16/07/2018

0

Como superar o fim do relacionamento?!

|
Se você chegou até nesse post, quer dizer que você quer métodos para superar o fim de algo, certo? Mas o objetivo for ajudar algum amigo ou conhecer apenas sobre o assunto, fique a vontade. Aqui repasso experiências que vivi e o que aprendi sobre elas.


Como qualquer relação, ambas partes precisam ter uma mentalidade diferente para saber lhe dar com os problemas e as situações a serem enfrentadas. E no fim de um relacionamento isso precisa ser redobrado, afinal vai ser você por você mesmo.
Eu já passei pelas fases do fim e com a cabeça que eu tenho agora eu resolvi listar algumas coisas para você NÃO fazer depois do fim.

  1. Não tente ser amiga(o) do(a) seu(a) ex.
    Por que não? Porque isso não vai dar certo, pode existir algum sentimento e os dois vão estar fracos tentando superar a falta da presença do outro e tentar ser amigo vai piorar tudo.
  2. Não faça algo pensando no outro.
    Por exemplo: Ir para determinado lugar porque você acha que vai conseguir a atenção do outro fazendo o que planeja. Isso pode te frustar muito, pois nem todo mundo reage da forma que desejamos, então sem expectativas por favor.
  3. Não visite as redes sociais.Quando o fim está muito recente e não encontramos a melhor forma de superação, o nosso pensamento nos leva até onde não queremos e isso inclui a frase: "vou procurar saber se ele tá bem". É um erro, ninguém usa as redes sociais pra dizer o quanto tá mal, ninguém quer demonstrar fraqueza, então o que a pessoa poder fazer para demonstrar que está bem e feliz, ela irá fazer por mais que na realidade não seja essa.
Todas essas dicas que estou passando para vocês eu cometi depois do fim e pra falar a verdade foi a pior besteira que eu já fiz, afinal demorei muito mais para superar!

E a pergunta que não quer calar. Como superar então?
É uma pergunta bem complexa, pois depende de pessoa pra pessoa e de motivo para motivo,mas mesmo não entrando nesses detalhes eu achei uma forma que é bom para qualquer situação e pode não ser a solução mas já é uma ajuda para esse processo.

Nesse momento a gente fica se perguntando. Por que que acabou? Onde foi que eu errei?
E por diversas vezes eu tentava me culpar de algo que não dependia somente de mim para dar certo. E quando eu percebi que eu mesma estava me colocando no fundo do poço foi quando eu resolvi ir atrás e manter contato com meu ex, um momento de fraqueza, de solidão e eu precisava de algo para aumentar a minha autoestima, porém isso não foi satisfatório. A aproximação me fez mal e resolvi novamente me afastar, dessa vez sem volta. E quando me afastei resolvi focar em coisas importantes, em provas da faculdade, livros de autoajuda, meu trabalho. Me ajudaram muito a refletir que quem precisava de tempo era eu mesma, eu precisava me conhecer de verdade e saber de toda a minha essência. Quando eu foquei em outros objetivos, eu meio que renasci, me senti outra pessoa e deixei a tristeza de lado, afinal eu tenho muitas coisas a oferecer nesse mundão ainda. E essas são palavras de uma menina/mulher de 20 anos que tem problemas de autoestima.

Se conhecer nesse processo de transição é o objetivo principal para você saber quem você é e o que você quer para si. Tudo bem se você não quer conhecer novas pessoas, fazer amizades; Tudo bem se você prefere passar o final de semana sozinha, se curtir é essencial; Tudo bem se você prefere ir para balada. TÁ TUDO BEM! Desde que isso faça parte de você, jamais faça algo por alguém sem você querer ou simplesmente para demonstrar algo para as pessoas. Foca em você que tudo vai acontecer!

Espero que você tenham curtido, até a próxima! <3
Comentaram com Facebook
0 Comentaram com Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário